terça-feira, 4 de junho de 2013

Planteis 2013/2014 - Parte I

Nestas crónicas de opinião darei a minha perspetivas de qual os jogadores que deveriam formar os plantéis dos 3 grandes, o destino dos excedentários e que posições/jogadores os respetivos clubes deveriam reforçar. Começaremos neste post por analisar as posições de guarda-redes e defesa central.


Guarda-Redes:


Porto: Helton - contínua a ser uma peça fundamental na máquina dos dragões, apesar do erro frente ao PSG fez uma boa época e não abanou nos jogos cruciais. Fabiano - correspondeu sempre que foi chamado. Kadu - jovem em que os responsáveis portistas depositam grandes esperanças e que devia fazer alguns jogos pela equipa B.

Benfica: Artur falhou, esteve ao seu nível em grande parte da época mas falhou no fim quando o Benfica mais precisou dele, assim sendo o Benfica deveria sondar alguns guarda-redes que pudessem ocupar a posição sem contestação. Sugiro o nome de Willy Caballero que fez uma grande época e teria a seu favor o Málaga atravessar uma crise financeira. Caso o Benfica não encontre uma boa solução Artur deveria continuar. Comprar para ficar na mesma não. Paulo Lopes – guarda-redes experiente e formado nas escolas do clube, continua como numero 2 até porque para Jesus só há um guarda-redes. Bruno Varela – os responsáveis do clube depositam grandes esperanças nele e devia fazer alguns jogos pela equipa B. Oblak é muito falado para a equipa A mas tem apenas 20 anos, deveria continuar a rodar num clube como Rio Ave, Paços, Estoril ou Guimarães tendo o Benfica o cuidado de o colocar onde comece como número 1.

Sporting: Rui Patrício – Devido ao Sporting precisar de dinheiro deveria tentar colocar Rui Patrício mas apenas por um valor superior a 10M (sendo que são raros os guarda-redes que passam este valor), caso contrário deve ficar pois oferece garantias e é titular na seleção nacional. Marcelo Boeck – Vive bastante o Sporting e correspondeu quando foi chamado, deve continuar como número 2 ou avançar para guarda-redes principal caso Patrício seja vendido. Ventura – A sua contratação só faz sentido caso ele fique como última opção. Caso Patrício seja vendido deveria ser contratado um guarda-redes experiente e barato que rivalizasse com Boeck.

Defesa Central:

Porto: Otamendi e Mangala fizeram grandes épocas e devem continuar. Se aparecer alguma proposta irrecusável por um deles (Mangala à cabeça pretendido por vários clubes devido à qualidade e maturidade que apresenta sendo bastante novo) Maicon é chamado à condição de titular, caso contrário continua como terceiro central mas tem bastante qualidade e pode ombrear um dos colegas num período menos bom de um destes. O recém-contratado Reyes será terceira ou quarta opção para ter tempo para se adaptar ao futebol europeu. Caso falte um central Tiago Ferreira avança para última opção e mantem o ritmo pela equipa B. (Rolando deverá sair e Abdoulaye deverá rodar por empréstimo na Liga principal).

Benfica: Garay é excelente e Jardel cumpre quando chamado. Roderick fica com o papel de reserva e mantém o ritmo pela equipa B. Luisão é um caso a rever, pilar fundamental do Benfica e capitão esta época não esteve ao nível pretendido, começou muito mal ao agredir o árbitro num particular na Alemanha e teve algumas lesões, dá a impressão da idade lhe começar a pesar. O Benfica deveria estudar a possibilidade de contratar um central que entrasse para a equipa titular jogando ao lado de Garay e vender Luisão (é agora ou nunca). Dedé e Douglas seriam boas opções, no entanto são fortemente pretendidos por meia europa. Neto seria uma opção muito boa também. (Miguel Vítor saí em fim de contrato e Sidnei deve sair). Stefan Mitrovic recentemente contratado faria a sua adaptação na equipa B.

Sporting: Rojo e Ilori fizeram um excelente final de época e deveriam manter-se como dupla principal tendo o Sporting de resistir ao assédio a Ilori a todo o custo. Dier deverá ocupar um lugar no meio campo mas é defesa central e será sempre uma opção a ter em conta. Faltando um jogador este teria de ser contratado porque os restantes não apresentam qualidade ou são muito caros, Steven Vitória ou Roberge seriam boas opções. (Onyewu e Boulahrouz terão de sair devido aos seus ordenados, Nuno Reis tem de continuar a rodar pois ficou aquém das expectativas e Fokobo é muito novo e deverá continuar na equipa B).

5 comentários:

André Pires disse...

Concordo em grande parte com a tua crónica, ou pelo menos não discordo!

GR:
Não estando contra o possível novo empréstimo de Oblak, acho que ele poderia rivalizar com Artur! Para tal devia também haver alguma surpresa do treinador em 11's (como faz Mourinho!). Mika é um fraco Guarda-Redes e devia sair. Quanto ao Sporting, acho que está na hora de venderem Rui Patricio (obvio que apenas por boas ofertas) subir Boeck. Depois poderiam ir buscar o guarda-redes do Guimarães por exemplo, Douglas.

DC:
Não gosto do Roderick, acho-o um jogador "mole" e fraco para defesa central. Prefiro vê-lo a Médio Defensivo. Quanto a Mitrovic, não o conheço muito bem. Poderiam promover algum da B, Ascues parece-me bem.
No Sporting acho necessário um DC. Steven Vitória parece ser uma boa compra. Fokobo não me pareceu mau jogador, pelo que vi.

Acabei por não falar dos jogadores do Porto porque, na verdade, concordo com a tua analise nesses pontos.

Barros disse...

Quanto a Guarde-Redes, duvido muito que Helton fique no Porto e, se ficar, acredito que perca a titularidade a fim de preparar a renovação na baliza. Fabiano parece-me um bom guarda-redes e com capacidade para tal.
No Benfica e Sporting não me parece que vá existir grandes mexidas acredito mesmo que vai ficar tudo como está. Talvez aposte no empréstimo do Ventura que não é jogador para fazer o papel de 3ª guarda-redes. Tem que jogar, tem que jogar.

Quanto a centrais temos uma questão mais bicuda. Tenho 95% de certeza que Garay não fica no Benfica e aí começam os problemas para as águias. É preciso ir buscar um central experiente e de créditos firmados. Jardel serve mas para 3ª opção.
No Sporting, tudo depende do dinheiro que há para gastar, mas claro que precisam de, pelo menos, dois centrais. Continuo a achar que apostar em Rojo para central é um erro de casting e tenho pena que provavelmente não segurem Ilori. Será, no futuro, o patrão da defesa de Portugal.
No Porto não me parece que existam grandes mexidas, a menos que Mangala dê o dito por não dito. Já teve propostas mas diz que quer ficar no Porto... É esperar.

Pedro Moutinho disse...

Caro André Pires o Roderick é fraco, mas é central. Coloquei-o como 4ª opção. Claro que serve para médio defensivo mas só depois dos 80min sff pra fechar a porta.
Caro Barros, sou da opinião que o Benfica vai tentar segurar Garay porque sonha vencer a Champions. Caso saia Luisão deverá manter-se para apadrinhar o seu novo colega.

Ismael Guimarães AJ disse...

Gostaria de ver este blog com o novo sistema de comentários do Google+.

Passando a diante. Eu gosto do Roberto e não vejo que ele tenha falhado assim tanto. Acho que quando um GR faz as defesas que ele fez a remates de fora da área, vê-se que ele não falhou mas sim a defesa que ocupou os espaços errados. Jamais uma defesa poderá dar a um jogador todo o espaço livre da baliza. Assim é complicado o GR defender.

Para mim, comparando apenas os GR, o Benfica teve o melhor GR do campeonato.

Se repararem, o Helton só não falhou mais porque os defesas não deixavam os seus adversários chegar em condições de fazer golo. Quando os adversários chegavam em condições de fazer golo, o Helton tremia. Eu vi o Artur limpar muitos lances em que o avançado chegava em condições de fazer golo. O problema é que isso é complicado em lances que o GR está dentro dos postes e o avançado pode escolher onde colocar a bola, como foi o caso do 2.º golo contra o Porto no Dragão.

Pedro Moutinho disse...

Ismael, é verdade que a defesa do Benfica falha por vezes e, principalmente, que atrasa muito a bola dificultando a vida a Artur.
No entanto, é inegavel que Artur falhou nos 2 jogos contra o Estoril e contra o Porto. Falhou também na final da Taça. Infelizmente foi quando o Benfica mais precisava dele.

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!