terça-feira, 25 de junho de 2013

Onze Alternativo

Depois de ter findado a época desportiva o Patadas resolveu fazer, com jogadores de diversas equipas, o melhor plantel da época de 2012/2013. Para escolher os seguintes jogadores tivemos em conta vários factores tais como: a qualidade dos jogadores, o rendimento que apresentaram no campeonato, o número de jogos que efetuaram entre outros. Esta equipa pode ser vista aqui. Apresentaremos agora a equipa alternativa aos 'titulares' dessa equipa. 


Rui Patrício (25 anos, Sporting CP): O Guarda-Redes formado no Sporting e titular indiscutível foi o jogador em mais destaque e que impediu que a época do seu clube tivesse proporções ainda mais trágicas com um punhado de boas intervenções. Crucial para manter a equipa unida nos piores momentos. Sofreu 35 golos em 30 jogos.

Jefferson (24 anos, GD Estoril Praia): O Defesa destacou-se este ano pelo Estoril não só a defender mas também a atacar mostrando ser um jogador que gosta de arriscar como se pode comprovar com os golos que fez no campeonato, pelo que o Sporting não ficou à espera e decidiu contratar este jogador recompensando-o pela época que fez que também ficou marcada pelo inédito apuramento do Estoril para a Liga Europa. Fez 4 golos em 28 jogos.

Otamendi (25 anos, FC Porto): O Defesa central mostrou mais uma vez o porquê de ser há muito tempo o titular da equipa do Porto, e mais uam vez mostrou-se muito seguro com a bola e a jogar em terrenos mais avançados fazendo uso do seu jogo de antecipação característica essencial para um defesa central de topo. Jogou 29 jogos mas sem apontar qualquer golo.

Steven Vitória (26 anos, GD Estoril Praia): O português, Defesa titular do Estoril e formado no Porto, acabou por fazer uma época bastante parecida com o seu companheiro de equipa Jefferson e assim como ele também conseguiu assinar um contrato com um grande desta vez o Benfica muito pelo seu percurso no seu clube que mostrou ser um central que gosta de fazer gosto ao pé ele que apontou 11 golos em 27 jogos um registo impressionante para um Defesa.

Tony (32 anos, FC Paços de Ferreira): O veterano experiente português mostrou que a idade não pesa na sua forma e fez uma das suas melhores temporadas de sempre no campeonato Nacional, pois o sucesso do Paços esta época passou muito pela defesa. Tony culminou a época com um golo frente ao Sporting que deu a vitória e possivelmente garantiu a entrada na pré-eliminatória da Liga dos Campeões ao clube. Fez 1 golo em 21 jogos.

Fernando (27 anos, FC Porto): O "Polvo" como passou a ser chamado devido à sua enorme capacidade de intercepção de lances que tem mostrado desde que é titular no Porto fez uma época mais uma vez de alto nível com grande regularidade e mostrou que é uma das peças chave que torna o meio-campo do Porto forte e pressionante. Outra época imaculada que desta vez contou com 1 golo em 24 jogos.

Enzo Pérez (27 anos, SL Benfica): O Médio que na época transacta esteve emprestado aos Estudiantes era apontado como um jogador indisciplinado, mas com esta oportunidade de jogar com regularidade no Benfica acabou por mostrar que acima de tudo é um jogador com uma grande vontade de ganhar e muita “raça” como muitas vezes apelidam os adeptos, eles ques certamente não esperavam que Enzo fosse tão fundamental na equipa como foi esta época com o seu registo de 4 golos em 28 jogos.

André Leão (28 anos, FC Paços de Ferreira): O Médio que foi muitas vezes motivo de contestação pelo Paços pelo facto de não ser convocado para a Seleção Nacional, mostrou uma capacidade de liderança no meio campo do Paços de um jogador de grande maturidade ele que já tem alguma experiência mesmo no estrangeiro e que gosta de organizar o jogo. Esta época fez 29 jogos e marcou 2 golos.

Gaitan (25 anos, SL Benfica): O argentino mais uma vez deliciou os adeptos com a sua qualidade técnica apurada e as suas fintas mirabolantes e teve um época bastante positiva que contou com pormenores que saltam logo à vista como aquela jogada frente ao Sporting que inventa um golo do Benfica. É de facto um jogador que dá gosto ver jogar como se pode comprovar nos 23 jogos que realizou esta época nos quais fez 3 golos.

Ghilas(23 anos, Moreirense FC): O avançado argelino que foi talvez dos jogadores mais utilizado nesta edição da liga tinha a complicada tarefa de marcar golos numa frente de ataque pouco apoiada mas com a sua enorme capacidade de segurar a bola e o seu potente remate conseguiu contornar os problemas ofensivos e marcar 13 golos em 30 jogos, cerca de metade dos golos do Moreirense!

Lima (29 anos, SL Benfica): O avançado que chegou este ano ao Benfica deixou inicialmente alguns adeptos benfiquistas a torcer o nariz, até pelo contorno do negócio da sua chegada, mas com o passar dos jogos rapidamente mostrou o quanto estavam enganados e partiu para uma sequência de exibições de alto nível com muitos golos pelo meio. Para quem duvidava os 20 golos em 29 jogos tiram qualquer dúvida sobre a qualidade deste jogador

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!