domingo, 23 de junho de 2013

O Onze do Patadas 2012/2013

Depois de ter findado a época desportiva o Patadas resolveu fazer, com jogadores de diversas equipas, o melhor plantel da época de 2012/2013. Para escolher os seguintes jogadores tivemos em conta vários factores tais como: a qualidade dos jogadores, o rendimento que apresentaram no campeonato, o número de jogos que efectuaram entre outros. Num próximo post apresentaremos a equipa alternativa a estes 'titulares'. 


            Helton (35 anos, FC Porto): Foi o Guarda-Redes Campeão, ele que está no clube há 8 épocas já é um veterano e prepara-se para fazer mais uma época no clube azul e branco pelo que os seus suplentes terão que ser pacientes. Sempre decisivo nos jogos mais importantes, Helton participou em todos os jogos e sofreu apenas 14 golos.

             Danilo (21 anos, FC Porto): Foi o Defesa direito do Campeão, apesar de alguma contestação dos adeptos com as suas exibições ao inicio e sem contar com facto de ter sido um jogador bastante caro, Danilo acabou por conseguir calar alguns críticos com o decorrer da época cumprindo com o seu dever a defender quando foi preciso, mas sem deslumbrar muito na frente de ataque. Participou em 28 jogos e marcou 2 golos.

             Garay (26 anos, SL Benfica): Falarmos de Garay é falarmos do titular indiscutível do Benfica que foi preponderante na época dos encarnados e esteve ao mais alto nível em todos os momentos pois soube sempre resolver os lances da maneira mais correta e segura. Foi sem dúvida o pilar da defesa do Benfica razão pela qual acabou por ser fortemente valorizado após esta época. Participou em 27 jogos e fez 1 golo.

             Mangala (22 anos, FC Porto): De suplente para titular indiscutível, Mangala não largou o lugar assim que teve a sua oportunidade, foi sem dúvida uma época brilhante e com uma ascensão impressionante que colmatou com a merecida internacionalização do gaulês. A defender foi como uma parede e ainda teve a sua contribuição com alguns golos apontados devido ao seu grande poder de elevação. 4 em 27 jogos!

             Alex Sandro (22 anos, FC Porto): O Defesa esquerdo do Porto, foi talvez a escolha mais fácil para o Patadas, deixando a concorrência para a sua posição bem para trás. Dotado de uma grande capacidade técnica que  dá-lhe uma notável preponderância ofensiva, Alex Sandro também foi irrepreensível do ponto de vista defensivo: consigo em campo o Porto apenas sofreu 10 golos! Participou em 25 jogos e apontou 1 golo.

             Matic (24 anos, SL Benfica): O sérvio que tinha a difícil missão de substituir Javi Garcia, não só tornou essa missão fácil como também tornou o Benfica mais competitivo do que já era, e quando um jogador substitui um titular de uma equipa e faz os adeptos esquecerem quase do nome desse jogador, não há dúvidas que estamos perante um caso sério. "Matic está em todo lado" foi a frase que o mais caracterizou esta época para além da sua notável mobilidade com bola. Fez 28 jogos e apontou 3 golos.

             João Moutinho (22 anos, FC Porto): Um onze Nacional que não tenha um jogador como João Moutinho não é de todo um onze Nacional, ele que é titular na Seleção e indiscutível no FC Porto, e que teve mais uma época que se pode dizer regular, sendo que regular no caso do Moutinho é sempre ao mais alto nível ele que segundo dizem nunca faz um jogo mau. Mais uma época fantástica do português, mesmo com apenas 1 golo em 27 jogos.

             Josué (22 anos, FC Paços de Ferreira): O jovem jogador e único representante do Paços no onze, foi uma das grandes surpresas desta época e certamente terá feito por isso pois foi com grande contributo dele que a sua equipa chegou à Liga dos Campeões. Formado no FC Porto clube ao qual que regressa na próxima época para mostrar o que pode fazer ao mais alto nível, Josué é um jogador que se destaca muito pela sua visão de jogo razão pela qual fez ainda assim uma grande época mesmo sem marcar qualquer golo para a liga nos 23 jogos disputados.

             Salvio (22 anos, SL Benfica): O argentino provou mais uma vez o porquê do Benfica o ter contratado após o seu empréstimo em 2011, pois voltou a fazer uma época ao nível da sua primeira com a camisola encarnada. Jogou quase sempre do lado direito do ataque do Benfica e usou a velocidade como a sua arma principal no 1 para 1 bem como dos seus cruzamentos e remates cruzados. Acabou a época com 10 golos em 29 jogos.

             Licá (24 anos, GD Estoril-Praia): O jovem português é também o único representante do Estoril no onze e que teve grande destaque esta época ao serviço da equipa Canarinha, pois foi uma época com direito a participação na liga Europa à qual não está alheio. É um jogador com grande capacidade técnica e mobilidade e que joga de preferência do lado esquerdo do ataque. Contribuiu com 6 golos nos 30 jogos efetuados para a sua equipa.

             Jackson Martinéz (27 anos, FC Porto): O avançado colombiano dispensa de apresentações: melhor marcador do Campeonato Nacional com 26 golos e na sua época de estreia! Melhor era impossível, arrasou por completo a concorrência e marcou a todas as equipas do campeonato, outro feito que merece destaque. O campeão tem aqui um grande avançado que será difícil aguentar por muito mais tempo, mas caso fique promete voltar com muitos golos na bagagem. O seu impressionante registo de 26 golos em 30 jogos fica para a história dos campeonatos.

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!