quarta-feira, 5 de junho de 2013

Jorge Jesus: Do mito à realidade - Parte III


Para quem tem seguido esta saga, hoje entramos no último capitulo do que foi analisar o trabalho de Jesus à frente da equipa de futebol do Sport Lisboa e Benfica. E se, no inicio, o futuro do treinador de 58 anos era ainda incerto, agora já está mais que confirmado. Benfica e JJ chegaram a acordo para renovar o contrato por mais dois anos. E as opiniões dividem-se, mas a minha mantém-se. Jesus não tem condições para se manter no cargo. As razões que aponto podem ser vistas na Parte I e na Parte II mas desde já relembro a principal: Em quatro anos, venceu um campeonato. E não estamos a falar de um treinador qualquer. Estamos a falar do profissional de futebol mais caro de sempre em Portugal que teve os maiores orçamentos para jogadores na história do Benfica. Vencer 1 campeonato e 3 Taças da Liga é pouco, muito pouco mesmo.

O futuro não se avizinha fácil para Jesus. Se até à derrota com o Chelsea (já depois de ter perdido no Dragão) o treinador Amadorense tinha os adeptos consigo, depois da derrota na final da Taça de Portugal a situação complicou-se. E nestes casos já se sabe como é o apoiante latino, ao próximo deslize Jesus será mais uma vez apupado.
Mas não é só pelos adeptos que, daqui para a frente, a pressão será maior. JJ será obrigado a ser campeão no ano que vem. E para isso precisa de um plantel que lhe dê garantias. Já foi feito investimento nesse sentido, mas veremos como será quando as saídas de Garay, Gaitan, Cardozo forem confirmadas (se é que sairão mesmo) ou mesmo o próprio Matic, por todos considerado melhor jogador do Benfica esta época. O treinador encarnado tem sabido "inventar" jogadores, impulsionando as suas capacidades para níveis altíssimos, mas a substituição destes quatro "monstros" será uma tarefa de James Bond.
O caso do Paraguaio e grande goleador dos encarnados é especial, dado que teve um desentendimento em pleno relvado com Jesus que para muitos é intolerável. Tendo renovado com o treinador, coloca-se o pior cenário em termos desportivos: a saída de "Tacuara" do clube da Luz. Mais uma novela que promete desgostar muitos adeptos encarnados.

Tudo vai depender do inicio de época do Benfica, não esquecendo que a final da Liga dos Campeões se joga na Luz, no próximo ano. Um objectivo utópico para uns, um "deixem-os sonhar" para outros.
Jesus vai carregar a cruz. Estarei cá para ver se fará o caminho da salvação ou se, tal como Jesus ("o verdadeiro") será crucificado.

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!