sábado, 8 de junho de 2013

Conhecendo as leis de jogo…Recomeço de Jogo (alguns casos)


Alguém dizia preferir um exemplo a um livro inteiro. Demos então alguns (respostas no fim):


Situação 1: O árbitro lança a bola ao solo. Um jogador toca na bola antes desta tocar no solo. Qual deve ser o comportamento do árbitro?

1.A O árbitro deve repetir o lançamento.
1.B É marcada falta contra o jogador que toca na bola.
1.C O jogo continua sem que o árbitro tenha que fazer algo.

Situação 2: O árbitro lança a bola ao solo. A bola sai do terreno de jogo sem que qualquer jogador a tenha tocado. Qual deve ser o comportamento do árbitro?

2.A É lançamento contra a equipa do último jogador a tocar na bola, antes da paragem.
2.B O árbitro deve advertir os jogadores que não tocaram, propositadamente, na bola.
2.C O árbitro deve repetir o lançamento.

Situação 3: O árbitro lança a bola ao solo. Um jogador remata contra a baliza adversária e a bola acaba por entrar sem que qualquer outro jogador toque nesta. Qual deve ser o comportamento do árbitro?

3.A O árbitro deve assinalar golo.
3.B O árbitro deve assinalar pontapé de baliza.
3.C O árbitro deve assinalar pontapé de canto.

Situação 4: O árbitro lança a bola ao solo. Um jogador remata contra a própria baliza e a bola acaba por entrar sem que qualquer outro jogador toque nesta. Qual deve ser o comportamento do árbitro?

4.A O árbitro deve assinalar golo.
4.B O árbitro deve assinalar pontapé de baliza.
4.C O árbitro deve assinalar pontapé de canto.


Definição do bolo ao solo: A bola ao solo é um método de recomeço do jogo quando, estando a bola ainda em jogo, é necessário que o árbitro interrompa o jogo temporariamente por qualquer razão não mencionada nas leis de jogo.” Leis de Jogo, traduzido por FPF.

Respotas: 1.A, 2.C, 3.B, 4.C.

Referências bibliográficas:
  • www.fifa.com carregar em "pt" e seguir as seguintes ligações: "Sobre a FIFA", "Documentos Oficiais", "Regras";
  • www.fpf.pt seguir as seguintes ligações "Fãs", "Leis de Jogo".

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!