domingo, 2 de junho de 2013

Benfica não irá comparecer na Final do Hóquei


O Benfica decidiu que a sua equipa de Hóquei em Patins não irá comparecer na Final da Liga Europeia de Hóquei que se realizará no Dragão Caixa.

Depois de ontem ter ganho a meia-final ao Barcelona no desempate por grandes penalidades também no Dragão Caixa, o Benfica decidiu que não iria comparecer na final devido à falta de condições de segurança e também porque os seus adeptos não conseguiram comprar bilhetes para a meia-final e final, isto porque não estariam reunidas as condições de segurança nas bilheteiras e no próprio recinto de jogo devido ao ambiente de intimidação criado pelos adeptos do Porto.

Fica aqui o comunicado do clube da luz:

«Após o que se viveu na tarde deste sábado no Dragão Caixa, com condições de segurança ao nível de uma competição amadora a permitirem a ameaça a adeptos, sinal de desrespeito por todos os clubes presentes na final four da Liga Europeia de Hóquei em Patins, o Sport Lisboa e Benfica realizou contactos no sentido de serem garantidas para amanhã [domingo] as condições de segurança que a PSP não garantiu no dia de hoje [sábado] e bilhetes para os seus adeptos, tendo em conta que o SL Benfica é um dos finalistas e pelo facto de se tratar da principal prova europeia de clubes.

A resposta do Comité Europeu (CERH) responsável pela organização não podia ser mais surpreendente: não pode garantir a cedência de ingressos para a Final. Mais surpreendente é o facto do presidente do Comité Europeu (CERH) dizer aos responsáveis do Benfica que as pretensões são totalmente legítimas, mas que nada pode fazer. 

Perante tudo isto, o Sport Lisboa e Benfica não se vai apresentar em campo para a final da competição. Será, para o clube vencedor, a vitória da intimidação, da violência e da quebra das mais elementares regras de ética numa competição desta dimensão.

Da Polícia de Segurança Pública ficou, uma vez mais, provado que há duas instituições diferentes. Uma a norte, apenas preocupada com os interesses de um clube, e outra PSP a sul, essa sim orientada apenas para a salvaguarda da ordem pública. Um caso, mais um, para o Ministério da Administração Interna analisar.

O Clube tudo tem feito para dignificar e desenvolver a modalidade, mas não pode pactuar mais com este tipo de situações.

Já que o CERH parece manietado e disposto a permitir que um dos competidores infrinja as regras mais básicas do desportivismo, o Clube vê-se forçado a agir, de acordo com a protecção dos interesses e segurança dos seus adeptos. Fica também a perder a modalidade.»



Não vou agora julgar Porto e Benfica, (isso fica para outra altura) mas é certo que já no futebol é a mesma coisa e ninguém saí a ganhar com estes tipos de comportamento de parte a parte. Fica a perder Porto, Benfica, Hóquei em Patins. Ninguém saí a ganhar com isto. Tem de acabar para o bem do Desporto e dos Portugueses.

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!