domingo, 26 de maio de 2013

Taça das Taças


Para acabar mais uma época futebolística realiza-se hoje pelas 17 horas no Estádio Nacional, em Oeiras, a final da Taça de Portugal, o segundo troféu com maior prestigio e importância do futebol português.
Este ano teremos uma final inédita na história da competição: Sport Lisboa e Benfica e Vitória de Guimarães defrontam-se pela primeira vez na decisão do troféu.

A equipa da Luz já conta com 24 troféus no seu museu (é o clube com mais Taças de Portugal), tendo vencido a última na já remota época de 2003/2004. Ainda chegaram à final na época 2004/2005 mas foram derrotados pelo Vitória de Setúbal.
Já os homens do berço da nação nunca venceram a Taça de Portugal mas têm algumas presenças na final como foi o caso da época 2010/2011 em que foram derrotados por 6-2 pelo Porto.

Em termos de confronto directo para esta competição, a vantagem vai toda para os encarnados, com 8 vitórias, 1 empate e apenas três derrotas. Por curiosidade, as duas últimas vezes que se defrontaram para a Taça, ambas no Estádio da Luz foram as duas para o Guimarães com vitórias por 1-0.

Para chegar à final, o Benfica eliminou os seguintes adversários:

  • 3ª Eliminatória: Freamunde 0-4 Benfica
  • 4ª Eliminatória: Moreirense 0-2 Benfica
  • Oitavos de Final: Benfica 6-0 Desp. das Aves
  • Quartos de Final: Académica 0-4 Benfica
  • Meias-Finais: Paços de Ferreira 1-3 Benfica (no total das duas mãos)

Já os Vitorianos tiveram de enfrentar as seguintes equipas:
  • 3ª Eliminatória: Vitória de Guimarães 6 -1 Vilaverdense
  • 4ª Eliminatória: Vitória de Setubal 2-2 Vitória de Guimarães (vitória nos penaltis)
  • Oitavos de Final: Maritimo 1-1 Vitória de Guimarães (vitória nos penaltis)
  • Quartos de Final: Vitória de Guimarães 2 -1 Sporting de Braga (após prolongamento)
  • Meias-Finais: Belenenses 0-3 Vitória de Guimarães (no total das duas mãos)
Espera-se um jogo especial no Jamor, com duas boas equipas com favoritismo para os encarnados. Por ser uma final, os treinadores não quererão arriscar muito e, por isso, teremos provavelmente um jogo em ritmo lento e com poucos golos.

Depois de uma época de grande nível, o Benfica viu esfumadas em apenas uma semana as esperanças de vencer o campeonato (perdeu para o Porto) e a Liga Europa (perdeu a final com o Chelsea). Os níveis anímicos das águias não são os melhores mas os jogadores que podem fazer a diferença estão lá.
Lima, Cardozo, Gaitan, Salvio e os demais vão querer dar uma alegria aos adeptos.

Já o Guimarães vive uma época de transição e que certamente correu melhor do que aquilo que os próprios dirigentes esperavam. Recorrendo a jogadores formados no clube e a contratações a custo zero, o Guimarães construiu uma equipa sólida, muito graças ao grande trabalho de Rui Vitória. Esteve na luta por um lugar entre os seis primeiros até à última jornada mas acabou por ficar na 9º posição. A final da Taça garante, desde logo, a ida à Liga Europa (Fase de grupos, se vencer ou 3ª pré-eliminatória caso perca).

Esta é, sem dúvida, a Taça das Taças do futebol nacional, muito pelo local escolhido para a final. O Jamor tem uma zona envolvente que não existe em mais nenhum grande estádio português, possibilitando o convívio e a animação antes e depois do jogo. E é isto que deve ser o futebol. Uma festa!

Que vença a melhor equipa!

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!