quinta-feira, 21 de março de 2013

Agora ou Nunca?


Sábado realizam-se em Alvalade, arrisco a dizer, as mais importantes eleições presidenciais da história do clube leonino. O Sporting está numa situação financeiramente ingovernável e enfrenta a pior época futebolística de sempre ao ficar arredado do titulo muito cedo e ao sair de todas as competições a eliminar pela porta pequena (Taça da Liga, Taça de Portugal e Liga Europa). Luta, nesta altura, por um lugar europeu ou talvez, mais realisticamente  por não fazer pior do que o seu eterno rival que teve o 6º lugar como pior classificação. As modalidades do clube estão, apesar das graves dificuldades financeiras, a aguentar a pressão, tendo o futsal como expoente máximo - a equipa leonina está a fazer uma época fantástica, tendo 21 vitórias em 21 jogos do campeonato - .

Os três candidatos - Bruno de Carvalho, José Couceiro e Carlos Severino - terão, a meu ver, de ter pulso para cortar definitivamente com o passado e arrancar com um novo Sporting (um pouco à imagem do que se devia fazer com o País). Não se podem permitir mais desvarios e deve reinar o bom-senso, ponderação e união. Três ingredientes que não estiveram presentes no, felizmente curto, mandato de Godinho Lopes.
A dança de directores, treinadores e jogadores foi tal que duas ou três páginas deste blog não chegariam para enumerar as pessoas que passaram pelo Sporting nos seus dois anos de mandato. Atrás de si, deixa um resto de "destruição" que concluiu com toda a pompa e circunstância - Vendeu Ricky van Wolfswinkel ao Norwich por 10 milhões de euros par pagar salários. E quem vier a seguir, que se desenrasque.

Não conheço a fundo os projectos que estão em discussão e mesmo que fosse caso disso não expressava a minha possível preferência. Mas deixo uma mensagem aos sócios do Sporting: Exerçam o direito de voto em consciência e não deixem morrer um dos grandes de Portugal. 

É agora ou, talvez, Nunca. 

0 comentários:

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!