quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Alguém com tino!


“Havia falta de organização coletiva” nem mais! Era óbvio.

Ora que mais se pode dizer, duma equipa que não consegue fazer 8/9/10 passes seguidos de uma forma regular e que quando joga em jogo direto também não consegue ter sucesso? Com Sá Pinto, Oceano e Vercauteren não deviam haver treinos táticos (entenda-se: organização coletiva/forma de todos os jogadores se posicionarem em campo nas mais variadas situações de jogo). Ainda assim Sá Pinto era o que mostrava mais “fio de jogo”, mas sempre de uma forma medíocre.

Quando vemos um jogo, por exemplo, do Benfica ou do Porto  conseguimos ver um determinado tipo de comportamentos (ações técnicas e táticas) repetidamente. Comportamentos esses que conseguem criar perigo nas redes adversárias ou evitar golos nas suas balizas. Porém, no SCP não se consegue ver tal coisa. Observa-se uma equipa que 1º: não defende bem (falhas do jogador sobre a bola e das coberturas/equilíbrio), 2º uma equipa que não sabe o que fazer à bola quando a tem (ou são os centrais a por a bola na frente ou o Capel a ficar 1min com a bola cada vez que a consegue agarrar) e 3º uma equipa sem paixão, sem amizade e sem querer, enfim desmotivada.

Espera-se de Jesualdo exatamente uma melhor organização coletiva e sobretudo “consistência defensiva”. Relembro que o senhor Vercauteren sofreu golos em 10 dos 11 jogos que realizou. Daqui para a frente veremos, creio eu, um Sporting com certas dinâmicas repetidamente efetuadas no decorrer do jogo.

Ainda há espaço para uma nota sobre Godinho Lopes. Este presidente arrisca-se a ser o pior da história do Sporting a nível de futebol. Investiu imenso em apenas duas épocas e não para de errar nas escolhas dos treinadores. Tendo o Sporting a 29 de Dez. de 2012 estado eliminado de todas as competições em que se inseria (no campeonato não consegue ser campeão). Será que Jesualdo lhe vai trazer tranquilidade? Qual será onze titular frente ao Paços para a Taça da Liga? A dar-se a Assembleia Geral e a haver eleições tem Godinho Lopes condições de se recandidatar? E se o atual Presidente sair como ficarão as contas (dívidas) do SCP? Poderá o SCP arriscar tal instabilidade? Ficam as questões.

2 comentários:

Barros disse...

Muitas questões podiam ser feitas ao presidente Godinho Lopes mas talvez a maior delas todas seria: Porque raio despediu Domingos? Depois de tanto tempo ainda não se sabe ao certo o porquê de ter despedido a sua bandeira eleitoral para o futebol, ainda para mais quando chegou à final da Taça e às meias-finais da Liga Europa (que depois foram perdidas pelo enorme Sá Pinto).

Jesualdo trará maior organização? Talvez, mas não será o milagreiro. Metade dos jogadores a actuar no Sporting estão muito abaixo das suas capacidades ou nem estão ao nivel do clube. Vamos ver se terá ovos para fazer omeletes.

P.S. Vender Boeck para contratar por empréstimo Ventura? Dêem-lhe os comprimidos porque o rapaz está ché-ché de todo.

Pedro Moutinho disse...

A todos os leitores deste post fica a informação que o escritor do mesmo passa os jogos do Sporting no café com uma Mini na mão a gritar para quem o quiser ouvir: 'não há fio de jogo! não há fio de jogo!' 'o sporting é isto! não há fio de jogo'

Enviar um comentário

Aqui não há lápis azul, aqui não há comentários rejeitados. Portanto: Escreve praí!